A Vez do Mobile Conquista as Empresas

Dim_Telefon_stroyka_3D

Por que construir marca em celulares, smartphones e tablets

Por: Facebook para Empresas em 24 de agosto de 2016

Qual é a primeira coisa que você faz ao acordar?

Provavelmente você desliga o seu despertador, certo? Aliás, esse despertador provavelmente é o seu celular. Nos últimos anos, os celulares se tornaram nossos companheiros em todos os momentos. Para as marcas é importante estar presente nesses dispositivos com a mensagem certa.

Antes de tudo precisamos entender uma coisa: a experiência é diferente no celular. É frequente, rápida e funciona sem som. Os dispositivos móveis — e aqui falamos de celulares, smartphones e tablets — são a menor distância entre marcas e pessoas: eles se tornam parte da mesma experiência. A mensagem certa, no momento certo, vai mover as pessoas, vai mover a sua marca e o seu negócio. A partir das mãos, para seus corações.

Menos distração, mais atenção

O celular cria novos momentos para atingir as pessoas — enquanto elas estão na rua, um seu trajeto diário ou assistindo à TV no sofá. A lógica do horário nobre acabou. No entanto, ganhar a atenção é importante para a construção da marca. Parece lógico: quanto mais você prestar atenção a alguma coisa, há mais chances de se lembrar dela e, consequentemente, tomar alguma ação sobre ela. Mas como se destacar?

O tempo que as pessoas precisam para identificar um conteúdo no celular é muito menor. Descobrimos que é necessário apenas 1/4 de segundo para as pessoas lembrarem de um conteúdo visto em dispositivos móveis em seus Feeds de notícias. Temos visto resultados semelhantes por meio de pesquisas realizadas pelo Instagram e outras plataformas que também se baseiam no Feed.

Com essa rapidez, também há uma maneira diferente na atenção. Um estudo da agência de neuromarketing SalesBrain, encomendado pelo Facebook, mostra como processamos conteúdos vistos na televisão e em celulares. A atenção nesses pequenos aparelhos é 82% maior e a distração é 79% menor comparado à TV.

O poder do vídeo

Nesse cenário de novos comportamentos provocados pelo celular, existe um formato de destaque: o vídeo. Mais e mais pessoas consomem vídeo no celular. É a melhor maneira de capturar a atenção e construir marca. O celular move as pessoas em todos os seus momentos.

O vídeo aumenta a visibilidade das empresas no Facebook e no Instagram e permite que as pessoas descubram conteúdo no Feed de notícias. Hoje, 20% do tempo gasto pelas pessoas em digital é para ver vídeos. Quase metade das visualizações é feita em dispositivos móveis. Entre 2012 e 2015, o salto no Facebook foi de 616% e nos últimos seis meses o Instagram registrou uma alta de 40%.

As marcas já mudaram para o mobile. Inspire-se e faça o mesmo!

No verão de 2015, a Amstel tinha a difícil missão de fazer seu lançamento no competitivo mercado de cervejas na época mais concorrida para as marcas no Brasil. Como se diferenciar? Para inovar na estreia no mercado brasileiro, a marca de cerveja da Heineken criou uma campanha exclusiva para dispositivos móveis no Facebook e Instagram. A Amstel foi a primeira marca no Brasil e a primeira da Heineken no mundo a criar uma campanha com o formato de Canvas.

A campanha ainda contou com suporte de fotos e vídeos — com legendas, para que a mensagem ainda fosse transmitida sem som — para sustentar sua estratégia 100% digital. Entre os principais resultados, a marca atingiu 14 milhões de pessoas alcançadas em São Paulo e Rio de Janeiro, obteve 2,5X de crescimento no volume de vendas e 13 pontos de aumento de reconhecimento de marca entre os impactados no Facebook e Instagram.

No México, quem também enxergou o poder dos celulares e smartphones foi a marca de cream cheese Philadelphia. No ano passado, a marca fez sua primeira campanha 100% dirigida a celulares e smartphones. A campanha era baseada principalmente em vídeo, onde se podiam ver diferentes receitas com o produto para atingir mulheres de 25 a 46 anos em smartphones, e com mais de 18 anos em telefones celulares básicos.

Para o público com celulares mais simples, a marca desenvolveu Cinema Graphs, que consiste em colocar fotos que dão a impressão de movimento como um vídeo — essa solução serviu para o evitar problemas de reprodução de vídeo em aparelhos com conexões mais lentas. Ao final de nove semanas, a Philadelphia teve aumento de 27 pontos de recordação de anúncio em smartphones e 6 pontos de aumento no top of mind entre mulheres donas de um celular básico.

Para relançar seu shampoo e condicionador que evite embaraços no cabelo, a Sedal Argentina desenvolveu uma campanha de vídeo e foto e Carrossel no Instagram no final de 2015. Os vídeos — principal criativo da campanha — mostravam celebridades locais brincando com o movimento de seus cabelos. O resultado, é claro, havia sido conseguido graças a Sedal. Em um mês a marca conseguiu 10 pontos de aumento de recordação da campanha, 12 pontos de aumento em associação de mensagem, 32 pontos de aumento em lembrança de anúncio.

Encontre as pessoas que vão gostar do seu negócio.

facebook-happyfan

http://bit.ly/Happy-Fanpage-Lives

Um comentário no post “A Vez do Mobile Conquista as Empresas